Fonte da Carioca - Antonina

Inscrição: Tombo 22-II

Processo: 22/69

Data da Inscrição: 23 de abril de 1969

Localização
Município: ANTONINA
Largo da Carioca (confluência das ruas Coronel João Gualberto e Padre Pinto)

Proprietário: Prefeitura Municipal de Antonina

HISTÓRICO

A fonte que servia à população era a existente na pedreira, onde se descia pela ladeira da Fonte, bem próxima ao quartel do Tiro de Guerra 186. (1)
Segundo consta no volume 1 página 373 do livro Memória Histórica de Paranaguá e seu Município, de Antonio Vieira dos Santos: “Em 2 de fevereiro de 1765, a Câmara mandou por em praça (sic.) (concorrência pública) A Obra da Fonte a qual foi arrematada por Mathias Gomes da Silva pela quantia de R$ 78.000 para fazer as paredes de cantaria para reparação dos lados que havia de passar por Cima do nivel d’agoa, e todas as mais obras d’albanária, com uma bica de pedra coberta de lages largas e grossas tendo uma porta para que sendo precizo limpar-se esta seria de cantaria com meio fio, para ajustar a porta, com seu betume, e os dois olhos de agoa que se achavão dezencaminhados se deveria manter dentro da mesma fonte ficando uma escada superior do assento para todos os lados”.
Devido à parca documentação, 1765 é a data que se dispõe sobre as melhorias da Fonte da Carioca, mas a existência desta fonte natural certamente influenciou décadas antes à demarcação da área onde a cidade deveria ser construída. O uso de suas águas dataria do início da ocupação de Antonina no final do século XVII e início do XVIII possibilitando o assentamento dos colonizadores europeus.

(1) - IBGE. 1959:32.

GALERIA DE IMAGENS