Patrimônio Histórico

 
O patrimônio histórico paranaense engloba todos os bens culturais que possuem representatividade para a história e a identidade do nosso Estado.


O conceito de patrimônio histórico tem evoluído ao longo do tempo, principalmente por influência das ciências humanas, particularmente da História, da Antropologia e da Sociologia.


Assim como a História já não privilegia apenas uma pequena parcela da sociedade, o trato com o patrimônio também se ampliou.


Neste sentido o patrimônio histórico edificado, por exemplo, tanto do meio urbano quanto do rural, necessita ser preservado e conservado na medida que são exemplos documentais de uma época, de um tipo de tecnologia construtiva, de um espaço de memória.


No Paraná a preservação do patrimônio histórico tomou novas diretrizes quando os projetos da Coordenaçdo Patrimônio Cultural voltaram-se aos grandes temas da história regional.


A partir deste momento ampliou o trato com o patrimônio quando profissionais como arquitetos, engenheiros, historiadores, antropólogos e sociólogos iniciaram um trabalho interdisciplinar multiplicando a ação preservacionista.


São exemplos os seguintes projetos:


- Projeto Caminho das Tropas que resultou em várias ações concretas de preservação do patrimônio histórico como os tombamentos da sede da Fazenda Cancela e da Capela de Nossa Senhora das Neves ou Pedras, no município de Palmeira;


- Projeto Arquivos Municipais que resultou no inventário e posterior tombamento do acervo documental da Câmara e Prefeitura do município de Antonina.

 
 

Ver informações sobre legislação de proteção ao patrimônio histórico

Recomendar esta página via e-mail: