COLEÇÃO DO MUSEU CEL. DAVID CARNEIRO

COLEÇÃO DO MUSEU CEL. DAVID CARNEIRO


Inscrição Tombo 32-II
Processo Número 33/72
Data da Inscrição: 29 de fevereiro de 1.972


Localização: Município: CURITIBA
Museu Paranaense - Rua Dr. Kellers - Alto São Francisco
Proprietário:
Particular - Herdeiros de David Carneiro


HISTÓRICO

Foi durante sua infância, na segunda década do século passado, que David Antonio da Silva Carneiro, ajudado por seu pai e por seu avô, iniciou o acervo desse museu, com uma coleção de minerais, fósseis e moedas. Depois de cursar o Colégio Militar do Rio de Janeiro, seu interesse de colecionador passou a abranger também a armaria. Em 25 de julho de 1928 considerou o museu definitivamente fundado, batizando-o com o nome de seu pai – Coronel David Carneiro - , já falecido e que tinha sido marcante personalidade da história paranaense. Um ano depois a instituição passou a ser considerada de utilidade pública. A necessidade de um espaço maior adequado levou David Carneiro a construir uma sede definitiva para onde, em 1931, o museu foi transferido. 

O acervo abrange diversas coleções – armaria, vestuário, imaginária, heráldica, mobiliário, etnografia, mineralogia, iconografia e outras -, destacando-se, porém, o material bélico e os uniformes militares usados em 1894, no cerco da cidade da Lapa pelas tropas revolucionárias federalistas. As armas brancas – lanças, espadas, punhais, sabres -, as de fogo – canhões, metralhadoras, pistolas e fuzis -, além da munição, granadas e bombas, exemplificam a evolução do armamento durante quatro séculos. 

Ainda, relativo à história militar, inclui o acervo condecorações e distintivos, uniformes, armaduras e couraças, platinas, dragonas e quepes, utilizados pelo Exército brasileiro em diversos períodos. 

Ilustrando a evolução do cotidiano da sociedade paranaense estão expostos utensílios de uso doméstico – talheres e louças -, instrumentos musicais e instrumentos de medida, objetos de uso pessoal – cachimbos, canetas, cigarreiras -, mobiliário – marquesas, escrivaninhas, cadeiras e camas -, aparelhos de iluminação – lampiões, candeeiros, lamparinas e castiçais. Complementam o museu a coleção numismática – nacional e estrangeira -, a etnográfica – adornos, vestimentas e instrumentos musicais -, a mineralógica – desenhos, aquarelas e retratos a óleo.


ver Livro

ver Fotos




Ver informações e conteúdo do LIVRO ESPIRAIS DO TEMPO

Recomendar esta página via e-mail: