IGREJA N. SRA. DO SANTÍSSIMO - (MATRIZ DE PARANAGUÁ)

 
 
 

Inscrição Tombo 18-II
Processo Número 18/67
Data da Inscrição: 20 de outubro de 1.967

Localização: Município: PARANAGUÁ
  Centro
Proprietário:  
  Particular - Diocese de Paranaguá
 
 
 

HISTÓRICO

Igreja em estilo colonial português datada do século XVIII. Sua estrutura divide-se em quatro corpos a saber: nave, capela mor, sacristia lateral e torre construída à direita de seu frontão. O alongamento da torre lhe atribui características neogóticas que conflitam com as linhas coloniais da austera fachada e com a escala ainda observada no lado dianteiro em quase toda a cidade. 

Nas várias intervenções que a edificação sofreu, foi demolido o arco de pedra que separava a nave da capela-mor possibilitando o recuo do altar-mor. Além disso, nas empenas laterais foram abertas janelas para melhorar a iluminação do interior. Sua cobertura é composta por um telhado em duas águas, arrematado por beiral de cimalha. 

O primevo marco de sua construção data do ano de 1578, mas o templo não pode ter esta data como sendo a de sua construção porque as mudanças foram tantas que a igreja atual quase nada tem do edifício original consagrado a Nossa Senhora do Rosário de Paranaguá, além de que poucos documentos relatam se houveram reformas ou uma nova construção sobre o sítio da antecedente. 

Fato é que somente em 1725 é oficializada a Irmandade de Nossa Senhora do Rosário de Paranaguá que teve na igreja matriz sua sede. Portanto, até o momento as pesquisas históricas não comprovam se o edifício trata-se de uma nova igreja que substituiu uma capela, nem qual a data de sua consagração. De qualquer modo, o templo é uma das edificações mais antigas do Paraná e um referencial da confirmação da posse portuguesa no território paranaense.

 
ver Livro

ver Fotos 1 2

     

 

Ver informações e conteúdo do LIVRO ESPIRAIS DO TEMPO

 

Recomendar esta página via e-mail: